domingo, 6 de setembro de 2009

Pele Seca / Pés Rachados


A pele normal deve sua textura macia e flexível ao seu conteúdo de água. Para a pele permanecer macia, flexível e "normal", sua camada mais externa tem que conter um mínimo de 10% de água - o ideal é de 20 a 35 por cento. Para ajudar a proteger a camada externa da pele da perda de água anormal, as glândulas sebáceas da pele produzem uma substância oleosa chamada sebo. O sebo é uma mistura complexa de ácidos graxos, açúcares, ceras e outras substâncias químicas naturais que formam uma barreira protetora contra a evaporação de água. Se algum fator interno ou externo esvaziar o sebo da camada externa da pele, ela perde água e torna-se seca. Se fatores ambientais diminuem a habilidade do sebo de prevenir a perda de água, a pele irá secar e rachar.

A pele seca, também chamada xeratose, é um problema muito comum nas sociedades modernas, afetando pessoas de todas as idades, até mesmo as crianças. A maioria dos casos de pele seca está relacionada a um ou mais dos fatores seguintes:

· Produção diminuída de sebo. Este é um fator freqüente no idoso, tendo em vista o número de glândulas sebáceas da pele diminuírem com a idade. Também o envelhecimento pode fazer com que o fluxo de sangue à pele diminua, causando uma queda na produção de sebo.

· Perda do sebo existente. Normalmente isto é causado através de fatores relacionados ao estilo de vida, como o banho excessivo, o ato de esfregar excessivamente a pele enquanto se lava, ou sabões muito fortes que dissolvem a camada protetora de sebo. Em alguns casos, o resultado é a pele seca no corpo inteiro, especialmente entre os atletas em idade escolar que se banham várias vezes ao dia. Em alguns casos, a pele seca afeta somente as mãos, como por exemplo os profissionais de saúde, os manipuladores de alimentos, as faxineiras, as donas de casa e outros que lavam suas mãos muito freqüentemente.

· Condições ambientais que aumentam a perda de água. Ambientes de condições extremas podem subjugar a barreira protetora natural da pele, fazendo a água evaporar. Esta é uma razão importante para a pele seca entre pessoas que vivem em climas de deserto escaldante. Permanecer excessivamente em contato com ar seco em recintos fechados pode causar pele seca e coceiras, particularmente em pessoas que usam sistemas de aquecimento de ar-condicionado. Entre os atletas ao ar livre, a exposição freqüente ao ar e sol pode evaporar a água da pele, fazendo sua superfície tornar-se áspera e seca. Até mesmo os nadadores podem sofrer de pele seca, em virtude do conteúdo químico da água da piscina que tira a umidade da pele.

A pele seca é um problema comum em pessoas com Diabetes ou Alergias de pele (dermatite atópica). Menos freqüentemente, também pode ser um sintoma de Hipotiroidismo, Insuficiência Renal ou da Síndrome de Sjögren. Além disso, a pele seca às vezes desenvolve-se como um efeito colateral de medicamentos, especialmente produtos para tratamento da acne que são aplicados à pele.

Quadro Clínico

Às vezes o único sintoma de pele seca é a coceira, embora a maioria das pessoas também irá notar que sua pele está descamando e parece ligeiramente mais enrugada que o normal. Os sintomas de pele seca podem piorar durante os meses de inverno, especialmente se a pessoa passa muito tempo em lugares fechados, onde o ar aquecido fica seco.

Diagnóstico

Na maioria dos casos de pele seca sem complicação, a pessoa pode fazer seu próprio diagnóstico. Comece a examinar sua pele normal como de rotina. Pergunte-se o seguinte:

- Você toma banhos quentes prolongados, que podem estar lavando o sebo protetor de sua pele?

- Você se lava ( toma banho )várias vezes ao dia, ou você esfrega a superfície de sua pele com sabões fortes?

- Você tem um trabalho que requer a lavagem das mãos freqüentemente?

Então, analise seus fatores de risco ambientais, tanto em lugares fechados como ao ar livre.

- Você convive em um clima seco?

- Você normalmente passa seus meses de inverno em lugares fechados, em quartos aquecidos sem um umidificador de ar?

- Quando você sai ao ar livre, você protege as superfícies expostas de sua pele com roupa apropriada ou com um protetor solar?

- Quando foi a última vez que você usou um hidratante?

Prevenção

Você pode ajudar a prevenir a pele seca tomando os seguintes passos:

· Tome somente um banho diariamente. Use a água confortavelmente morna (não quente), com um sabão que tenha um conteúdo adequado de gordura ou que contenha glicerina. Limite seu tempo de banho a 10 a 15 minutos, e evite esfregar.

· Se você for um atleta, tome um banho rápido depois de um treinamento ou jogo. Use água morna, e traga seu próprio sabonete de casa. No ginásio de esportes ou na academia, as marcas podem ser muito fortes.

· Quando você termina seu banho, aplique hidratante enquanto sua pele ainda estiver úmida.

· Cubra as áreas expostas de sua pele enquanto você joga ao ar livre. Se você não puder usar roupa protetora por causa do clima quente ou pelos regulamentos do jogo, aplique um protetor solar com um hidratante. Se você for um nadador, aplique uma camada suave de hidratante antes que você entre na piscina.

· Se o ar no recinto fechado que você permanece estiver seco durante os meses de inverno, use um umidificador para elevar o nível de umidade.

· Durante o dia, quando necessário, aplique um hidratante que contenha um dos seguintes ingredientes pelo menos: glicerina, uréia, ácido piroglutâmico, sorbitol, ácido láctico, ou ácidos hidroxialfa.

· Evite desodorantes e perfumes com substâncias irritantes, pois estes produtos podem ressecar a pele.

Tratamento

Se você tem um simples caso de pele seca, comece a tentar as sugestões recomendadas na seção Prevenção. Se sua pele persistir seca, marque uma consulta com o dermatologista para se orientar.

Prognóstico

Assim que o paciente começa a ter cuidados adequados, a descamação e a coceira da pele seca devem melhorar dentro de uma a duas semanas. Em muitos casos, um bom hidratante começará a fazer a pele parecer mais macia e mais flexível dentro de minutos.

Sem cuidado próprio, a pele seca pode se tornar um problema crônico, levando à descamação e à aspereza da pele, que pode rachar e sangrar. Isto também pode aumentar o risco de infecções de pele.

Em geral, o prognóstico é excelente. O paciente pode prevenir a pele seca fazendo algumas mudanças simples em seu estilo de vida. Se a pele seca se desenvolve, existem muitos tratamentos efetivos disponíveis. A maioria deles podem ser comprados sem uma prescrição médica.

2 comentários:

PODOLOGIA disse...

Gostei deste artigo pois está em uma linguagem formal que facilita o entendimento da leitura a quem realmente precisa.Sou técnica em podologia e tenho conhecimentos técnicos mas para postar artigos também desenvolvo termos e linguagem mais fáceis sem complicar para o esclarecimento de um número maior de pessoas.Gostaria de saber sua opinião sobre o profissional podólogo.Obrigada

Dinha disse...

Artigo bastante esclarecedor. No entanto, tenho uma dúvida: costumo usar sapatos daquele material crocs pois são bastante confortáveis, porém meus pés suam muito; isso poderia provocar ou poirar as rachaduras nos pés?